Sobre o Projeto

O projeto "Casa da Convivência Familiar - CCF" foi inaugurado em 1995 na Favela Maravilha, Rua Bartolomeu de Gusmão n. 143 - Bairro de Fátima; Fortaleza - CE; Brasil. Objetivo principal do projeto é abrigar as crianças no horário alternado ao da escola, enquanto os pais trabalham. O projeto é completamente gratuito e oferece: amparo, respeito, carinho, compreensão, dedicação, acompanhamento saúde e educação. No começo a Casa atendia diariamente em média 40 crianças por dia. Já a partir de 1996, graças ao patrocínio da Associação alemã "StrassenKinder in Brasilien e. V" o atendimento aumentou para 120 crianças. Durante dez anos conseguiu atender cerca de 1000 crianças e, em paralelo, beneficiar as famílias com programas de exercício da cidadania e projetos de integração ao trabalho, como por exemplo: promovendo o ingresso de 111 adultos em escola pública de alfabetização e oferecendo cursos profissionalizantes a 96 adolescentes e 227 adultos. O projeto recebeu certificado de Semifinalista ao Prêmio Itaú - Unicef 2003. Em 2004 e 2005, patrocinados pelo Banco do Nordeste do Brasil S.A., foram instaladas mais duas CCF, na comunidade Vila Velha e na comunidade dos Cocos, com atendimento para 40 crianças em cada núcleo. Em todas as unidades o atendimento às crianças é feito por parte de voluntários moradores das comunidades. Com o objetivo de, direta ou indiretamente, divulgar a experiência e dar assessoria para abrir mais Casas da Convivência Familiar, os voluntários das três Casas, em 04 de Junho de 2005, fundaram a Associação "Casas da Convivência Familiar - CCFs". Em 2006 recebeu o certificado de OSCIP e em 2007 recebeu o selo Itaú Unicef. Hoje, os projetos CCF Maravilha e CCF dos Cocos continuam atuando com cerca de 100 crianças em cada Casa. Em 2009, patrocinados pela SECULTFOR, publicou e distribuiu gratuitamente o livro As 5 Maravilhas (ISBN 978-85-87314-18-5) - O Estatuto da Criança e do Adolescente no olhar da criança e em 2012 publicou 30 Para Todos (ISBN 978-85-62612-05-3) - Os Direitos Humanos Universais no olhar da criança, em fase de distribuição gratuita.